Shadow

Qual tecnologia de colchões é a melhor para você?

Ao se deitar na cama, você já parou para pensar em quanta tecnologia foi necessária para desenvolver seu colchão — talvez não seja bom pensar nisso antes de dormir (vai que você perde o sono). Mas, por mais simples que ele seja, um processo minimamente complexo foi inevitável para que ele fosse desenvolvido. Inclusive, há modelos de colchões que têm tanta tecnologia quanto os aparelhos eletrônicos, por exemplo.

Se você nunca pensou nisso, este artigo é para você. Vamos explicar quais são as tecnologias presentes na fabricação de colchões e qual é a mais indicada para você, que se preocupa em ter uma boa noite de sono. Confira e saiba quais opções mais se encaixam em suas necessidades.

Colchão de molas

Modelo popular entre os consumidores, os colchões de molas têm um sistema de amortecimento que é medido por metro quadrado, o que pode influenciar no conforto dependendo do gosto de cada um. O tipo de mola utilizada e como elas são dispostas têm bastante interferência em uma boa noite de sono.

Há diversos tipos de molejo e organização de molas. As principais são: fio contínuo ou bonnel e molas ensacadas individualmente.

Colchão de fio contínuo ou bonnel

Os modelos bonnel ou de fio contínuo têm molas interligadas para facilitar a fabricação. Os colchões construídos dessa forma são confortáveis, mas acabam transmitindo bastante os movimentos por toda a superfície. Portanto, são versões mais indicadas para pessoas que dormem sozinhas.

Colchão de mola ensacada

Os colchões com molas ensacadas têm a tendência de produzir menor quantidade de ruído, melhorando também o conforto anatômico e térmico durante o sono. Além disso, esses modelos geram menor movimentação quando a cama é compartilhada, sendo, portanto, indicados para casais.

Ainda é essencial prestar atenção na capacidade de suporte de cada modelo. Se esse limite for ultrapassado, as molas podem se deformar de modo irreversível e praticamente “estragar” o colchão e suas funcionalidades.

Colchão de espuma

O colchão de espuma também é muito popular no Brasil, especialmente por conta da grande variedade de formatos e densidades oferecidas. Embora muitos possam pensar que eles são mais “simples”, esses produtos podem ser recheados de tecnologia, especialmente na construção de camadas e no tipo de material utilizado. A espuma viscoelástica — também conhecida como espuma da NASA — e hoje disponível em diversas indústrias, é uma das principais tendências atuais e se destaca por se moldar ao formato do corpo e reduzir os pontos de pressão em certas áreas, como quadris e ombros.

A espuma de gel, outra variante, também é um material de sucesso para os colchões. Ela é capaz de regular a temperatura corporal, já que a matéria-prima apresenta alta sensibilidade térmica, reagindo ao calor do corpo e se moldando adequadamente às curvas de cada um.

Portanto, esses modelos são uma excelente opção, e o colchão mais premiado e vendido da Europa é feito de uma combinação de espumas que garantem conforto, não importando o peso ou a altura de quem se deita nele.

Colchão Emma Original

A Emma oferece um colchão de qualidade e que se destaca por uma série de fatores. O primeiro deles, talvez o mais importante para muitos compradores, é o conforto e a capacidade de adaptação. A combinação de espuma e outros materiais do colchão Emma Original distribui de forma otimizada a pressão exercida pelo corpo. Isso faz que a pessoa não afunde muito ao se deitar, ao mesmo tempo que oferece a resistência necessária para certas partes do corpo, como ombros e quadris.

Também é importante destacar que o colchão Emma Original se encaixa perfeitamente aos contornos do corpo, garantindo que a coluna permaneça alinhada. O bloqueio de movimento é outra característica importante a ser destacada. Dessa forma, não importa o quanto você (ou seu parceiro ou parceira) se mexa durante a noite, ainda será possível ter uma noite tranquila e um sono revigorante.

E todas essas características são protegidas por uma garantia, o que atesta a confiança que a empresa tem no produto. O colchão é entregue em uma caixa compacta, oferecendo também praticidade.

Emma Original é composto basicamente de quatro partes: uma capa respirável removível e lavável, a espuma Airgocell, a espuma viscoelástica e a espuma de suporte. Cada uma dessas camadas foi especialmente pensada para atender a uma função específica, e o resultado é o colchão mais vendido e premiado da Europa.

Por que escolher um colchão Emma?

Além de ser fabricado no Brasil com tecnologia alemã, o colchão Emma Original vem acompanhado de um certificado de garantia de 10 anos. A compra é feita pelo site e a entrega é gratuita. Além disso, o consumidor pode testar o colchão por 100 noites após a compra, com entrega e devolução gratuitas caso não se sinta satisfeito.

O colchão Emma Original consegue suportar até 130 quilos em cada lado e pode ser parcelado em até 12 vezes no cartão de crédito. A empresa também destaca os certificados de qualidade do produto, como o Selo Proteste do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), o certificado conferido pela OEKO-TEX, um sistema que atesta a qualidade para produtos têxteis de reconhecimento internacional, e o teste da Falcão Bauer.

Inclusive, vale saber que a marca oferece outros produtos para completar a experiência perfeita do sono, como travesseiro, cama, capa protetora e cabeceira. Se você ficou interessado nesse colchão e quer conhecer mais da tecnologia presente nessa superfície de repouso, visite o site da Emma e conheça agora mesmo o produto.

FONTE: https://www.tecmundo.com.br/ciencia/235436-tecnologia-colchoes-melhor-voce.htm