Shadow

Olho de cachorro remelando: devo me preocupar?

Acordar com o olho cheio de remelas acontece com todos. Mas será que indicam algum problema quando acontece com o olho do cachorro remelando?

Quem ama cãezinhos já sabe: o comportamento desses pets muitas vezes é bastante similar ao dos tutores. Animados, eles costumam gostar de brincar, correr e, claro, uma boa noite de sono após um dia cheio!

E assim como acontece conosco, ao acordar, é normal que os cachorros apresentem remelas acumuladas ao redor dos olhos. Na maioria das vezes, esta secreção ocorre de forma natural e não representa nenhum problema na saúde de seu amigo. Porém, algumas vezes, pode significar um sintoma mais grave.

Mas afinal, o que são as remelas?

Todo mundo já acordou com aquela característica sujeira ao redor do olho: a popular remela. Mas será que sabemos o que é essa substância tão comum? Frequente em quase todos os mamíferos, a remela nada mais é que uma secreção que se acumula durante a noite.

Ou seja: são lágrimas que secaram. Em nossos amigos caninos, a remela tem um aspecto diferente, mais espessa  e amarelada, e geralmente também se trata apenas de um processo natural.

Basta um algodão molhado para limpar os olhos do cachorro e problema resolvido! Mas, em alguns casos, é necessário maior atenção à saúde de nosso pet. Saiba como identificar se o olho remelando é sinal de alerta.

Remelas: natural ou um sintoma?

Algumas vezes, olho de cachorro remelando ou coçando pode ser sintoma de alguma doença que pode estar incomodando o pet. Mas, como saber se a remela é natural ou é sintoma de algo mais grave?

Segundo veterinários, o processo é bem simples. Basta perceber se é preciso limpar os olhos de seu amigo mais que uma vez por dia. Isso pode significar que a remela está em excesso, e o cachorro pode estar com um problema de saúde.

Conheça 4 doenças que podem ser identificadas por olho de cachorro remelando.

1. Alergias

Clima seco, poluição, ambientes fechados, ar condicionado… Com um ambiente cotidiano tão hostil, é praticamente impossível não sofrer com alergias! E nossos amigos de quatro patas também são influenciados por esses fatores, sendo muito comum encontrar cachorros com irritações.

Um dos sintomas principais de alergias em cães é o excesso de remela nos olhos. Flores e pólen também podem afetar nossos pets. Por isso, fique de olho no ambiente que o cachorro frequenta para descobrir a origem da alergia.

2. Conjuntivite

Esta nossa velha conhecida é também muito comum em cachorros. Chata e irritante, a conjuntivite se caracteriza por olhos vermelhos, inchados e remelando. A doença pode ser causada por vírus, bactérias ou substâncias tóxicas, por isso é muito difícil identificar a origem deste problema.

Caso não seja tratada a doença pode progredir, causando até cegueira! Por isso, se o olho remelando for acompanhado de outro sintoma, procure um veterinário o mais rápido possível para identificar o melhor tratamento.

3. Síndrome do olho seco

Esta síndrome possui um nome complicado: ceratoconjuntivite sicca. Apesar do nome difícil, seus sintomas são bem fáceis de notar: remelas em excesso, piscadas insistentes e olhos irritados.

O problema pode ter diferentes origens, incluindo doença imunomediada, doenças sistêmicas, terapia sistêmica com sulfas, uso prolongado de colírio de atropina, remoção da glândula da terceira pálpebra, entre outras.

Se não for tratada, além de desconforto, a síndrome pode causar danos irreversíveis na visão do cachorro. Por isso, procure sempre um especialista, que poderá apresentar tratamentos eficazes para seu pet!

4. Glaucoma

Outra doença conhecida dos humanos, o glaucoma pode afetar também nossos amigos de quatro patas. A doença se caracteriza por um excesso de líquido no interior dos olhos, causando um aumento na pressão intra-ocular.

É uma doença grave, podendo levar à cegueira, por isso, se notar os sintomas de glaucoma, procure um veterinário rapidamente. Além dos olhos remelando, o glaucoma pode causar irritação, vermelhidão,e em alguns casos um aspecto esbranquiçado nos olhos.

Por ser uma doença progressiva e silenciosa, é recomendado  procurar ajuda ainda nos primeiros sintomas para evitar maiores danos a nossos amigos.

Em caso de dúvida, procure um especialista

Assim como em nós, a remela faz parte do cotidiano dos cachorros, e normalmente não representa um problema. Porém, os tutores devem ficar atentos: ao perceber que o olho do cachorro está remelando mais que o normal, uma visita ao veterinário é indicada.

Além do melhor tratamento, um profissional poderá dar recomendações sobre limpeza, alimentação e higienização que certamente ajudarão seu pet!

fonte: https://www.petz.com.br/blog/bem-estar/caes-bem-estar/olho-de-cachorro-remelando-devo-me-preocupar/