Shadow

Milhas e pontos de cartão de crédito: como funcionam e como usar?

enefício costuma ser oferecido por companhias aéreas para fidelizar os clientes no uso da mesma operadora em todos os voos.

O criador de conteúdos digitais Gabriel Dias, de 41 anos, chegou a fazer 30 viagens em 2019 – todas sem desembolsar dinheiro. A estratégia de Gabriel foi usar milhas – um programa de bonificação para quem viaja muito, ou usa muito o cartão de crédito.

Mas você sabe como funcionam as milhas?

O professor de economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Alberto Ajzental explica que as milhas são créditos dados aos passageiros que viajam com frequência. O benefício costuma ser oferecido por companhias aéreas para fidelizar os clientes no uso da mesma operadora em todos os voos.

“As milhas são uma ferramenta de marketing usada pelas companhias árias para recompensar os passageiros. Porém, se engana quem acha que isso é para todos. Esse tipo de bônus foi criado para pessoas que viajam com frequência, o que pode limitar para um único grupo de pessoas” diz Ajzental.

Como funciona?

Para ter milhas, é preciso primeiro participar de algum programa de passageiros frequentes, disponível em qualquer companhia aérea. Após realizar o cadastro gratuito, é gerado um número de associado. Com ele, o cliente terá acesso à plataforma que contabilizará as milhas conquistadas.
Ao começar acumular milhas em um programa de fidelidade, elas não podem ser transferidas para o programa aéreo de outra companhia. Por isso, fique atento ao fechar um novo pacote de viagem – veja se é com a mesma companhia aérea em que você é cadastrado.


Como juntar milhas?

Existem duas formas de juntar milhas: através de passagens aéreas e de cartão de crédito.

Passagem áreas: a cada voo é gerado um número de milhas, definido pela classe de tarifa da passagem, da distância da viagem e do valor pago. Por isso, quanto mais voos, mais milhas são acumuladas.
Cartão de crédito: a cada compra no cartão de crédito é concedida uma pontuação. Ao bater um determinado número de pontos, definidos pelo seu banco, você pode transferi-los para o programa de milhas ou usá-los para o pagamento de compras ou serviços.



Como acumular pontos?

Para começar a acumular os pontos, é necessário entrar em contato com o seu banco para liberar a modalidade para você. Segundo o economista, até as compras mais simples, como comprar pão, podem gerar pontuação.

Todos os cartões têm a disponibilidade de acúmulo de pontos?

Não são todos os cartões que possuem essa modalidade – em geral são os cartões especiais, limitando o benefício a pessoas de renda mais elevada.

“Tem gente que gasta R$ 20 mil no cartão de crédito por mês; são pessoas que recebem R$ 50 mil ou por mês. Quem ganha pouco ou é de classe média e não gasta esse valor, compra o ‘sonho’ – por isso é uma ação de marketing”, diz Ajzental .



Quantas milhas preciso acumular para fazer uma viagem sem pagar?

Gabriel, o viajante, conta que o valor de cada viagem em milhas depende do destino e da data do voo.
Veja a simulação abaixo:

Com 10 mil milhas, é possível realizar uma viagem ida e volta dentro do Brasil.
Com 50 mil milhas, dá para ir e voltar de um país na América do Sul.
Já para os EUA ou Europa, você irá gastar no mínimo 100 mil milhas.



“Lembro que uma vez fiquei um ano inteiro juntando milhas para viajar na primeira classe da American Airlines. A título de comparação, hoje com uma compra online de um produto você consegue milhas suficientes para a mesma viagem”, afirma o influencer.

É comum que as milhas sejam trocadas por voos – porém não é uma regra. Também é possível trocar por uma reserva de hotel, aluguel de carro, ingressos ou compras.


Milhas têm data de validade?

Sim – em geral, de dois anos. Já no caso dos cartões de créditos, alguns bancos não estipulam validade. Porém, ao transferir os pontos para os programas de fidelidade (mudar para milhas), as regras serão as do programa escolhido.

fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/2023/02/09/milhas-e-pontos-de-cartao-de-credito-como-funcionam-e-como-usar.ghtml