Shadow

Empoderamento, empatia, igualdade: a missão da Cartier para moldar um futuro melhor para as mulheres

Durante grande parte da história, o verdadeiro impacto das mulheres tem sido escondido ou apagado. Katherine Johnson, cujos cálculos feitos à mão foram fundamentais para o sucesso do primeiro voo espacial dos EUA. Rosalind Franklin, a mulher esquecida por trás da descoberta da estrutura do DNA. E Zelda Fitzgerald, cuja própria escrita foi a fonte de inspiração para os romances do marido. Estes são apenas alguns dos nomes que tiveram um lugar negado na narrativa da história.

Para dar-lhes o merecido reconhecimento, e para suas sucessoras o espaço para prosperar, a Cartier uniu forças com a Expo 2020 Dubai. Coincidindo com o 15° aniversário da Women’s Initiative da Cartier, foi inaugurado um pavilhão independente dedicado às mulheres e suas conquistas – o primeiro deste tipo desde o início do século XX.

Com um compromisso de longa data com o empoderamento das mulheres, a Cartier fundou seu principal projeto em 2006, o Women’s Initiative, para apoiar o empreendedorismo feminino e o crescimento sustentável dos negócios. Tem como objetivo ampliar as oportunidades disponíveis para toda mulher empreendedora, para que ela possa atingir todo o seu potencial. Quinze anos depois, a iniciativa já apoiou 262 mulheres, de 62 países, com mais de US$ 6 milhões em financiamento.

Para comemorar a ocasião, a Cartier organizou a primeira cerimônia de premiação para as vencedoras do Impact Awardees – ex-participantes cujos negócios existem para resolver alguns dos problemas mais urgentes do mundo. De um serviço de medicação com inteligência artificial para pacientes crônicos, a uma plataforma de empréstimo estudantil para adolescentes carentes, as vencedoras do prêmio foram reconhecidas durante o Encontro Global pela sua contribuição para a mudança social e ambiental.

Com a convicção de que quando as mulheres prosperam, a humanidade prospera, a Cartier criou o Pavilhão das Mulheres em colaboração com a Expo 2020 Dubai. Para celebrar o impacto da mudança feita por mulheres no mundo através da arte e do design, os visitantes foram recebidos com um curta-metragem sobre o poder da igualdade de gênero, dirigido por Nadine Labaki. Nadine foi a primeira diretora árabe a ser indicada ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, e sua obra tornou-se um símbolo de tudo o que o pavilhão representava.

Também foi exibida uma série de mais de 130 perfis, destacando os desafios e conquistas de algumas das mulheres mais influentes da história, como Eva Peron. Como primeira-dama da Argentina de 1946 a 1952 e uma líder política não oficial, ela desempenhou um papel fundamental na aprovação do direito das mulheres ao voto e na motivação de um movimento feminista global – um legado que permanece no coração da sociedade argentina.

O Encontro Global da Women’s Initiative da Cartier foi uma oportunidade para ampliar o sucesso destas admiráveis mulheres e ajudá-las a alcançar novos patamares para tornar o mundo um lugar melhor e mais igualitário

Cyrille Vigneron, Presidente e CEO da Cartier

O Pavilhão das Mulheres representa um marco da Cartier e o seu compromisso com as mulheres – o primeiro do qual remonta à Diretora Artística de Alta Joalheria da Cartier (1933-1970), Jeanne Toussaint. Em uma época em que as mulheres não podiam sentar-se à mesa, ela revolucionou a joalheria contemporânea com seu ousado design e obras naturalistas, incluindo a Panthère, que hoje é sinônimo da Cartier.

Touissant não foi apenas uma visionária para a experimentação criativa, mas principalmente, para o avanço das mulheres. Ela provou que uma mulher tem tanto direito de ter a voz ouvida quanto sua contraparte masculina. E é esse o espírito que a Cartier traz consigo até os dias de hoje.

Com a ajuda de parceiros externos, está reunindo uma comunidade global de cidadãos para juntos moldarem um futuro mais inclusivo para as mulheres, onde elas se sintam empoderadas para alcançar a grandeza.

FONTE: https://sponsorcontent.cnn.com/int/empoderamento-empatia-igualdade-a-missao-da-cartier-para-moldar-um-futuro-melhor-para-as-mulheres/