Shadow

Dermatologista reforça os cuidados necessários com a pele no calor

Dra. Luciana Lentz Pereira esclarece dúvidas e o que deve ser feito para evitar a exposição indevida

Os cuidados com a pele e a exposição aos raios solares devem ser mantidos ao longo de todo o ano. Porém, no Verão, período onde as temperaturas estão mais altas, as praias mais cheias e as atividades ao ar livre mais intensificadas, o cuidado deve ser redobrado.

Segundo a dermatologista Dra. Luciana Lentz Pereira (CRM – 19607 | RQE – 16093) alguns cuidados são essenciais para garantir a saúde da pele e evitar problemas no futuro, como é o caso do câncer.

“Entre os principais cuidados está o de aplicar o filtro solar FPS 30 ou mais nas áreas expostas ao sol antes de sair de casa e reaplicar a cada três horas; usar chapéu e óculos escuros; evitar se expor ao sol entre 10h e 16h; hidratar muito a pele e tomar bastante água”, explica a especialista.

Segundo a médica que presta atendimento no Hospital São José de Criciúma, é preciso também ter cuidado com a alimentação. “Alguns alimentos, principalmente cítricos que contém substâncias chamadas furocunarinas, pigmentam a pele quando exposta ao sol e podem até gerar queimaduras dependendo da quantidade e tempo de exposição solar. Vale lembrar também que as pessoas mais claras são mais propensas a manchas e câncer de pele, porém todos devem se proteger”, afirma.

Em caso de queimaduras na pele, o ideal é procurar o médico especialista. “A recomendação é revisar as pintas uma vez ao ano com o médico dermatologista. O câncer de pele não melanoma é o tipo de câncer mais comum que existe no mundo, ele chega a 30% de todos os tumores malignos registrados no país. Estimativas apontam para até 180 mil casos diagnosticados todo ano. O diagnóstico precoce salva vidas e tem alta chance de cura”, esclarece a dermatologista.

fonte: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/especial-publicitario/hospital-sao-jose/noticia/2023/02/24/dermatologista-reforca-os-cuidados-necessarios-com-a-pele-no-calor.ghtml