Shadow

Curitiba é eleita a cidade mais inteligente do mundo e se torna referência para o setor turístico

Tendência crescente, os Destinos Turísticos Inteligentes (DTI’s) impactam positivamente a qualidade de vida dos moradores e a experiência dos turistas

Ações e programas de planejamento urbano voltados ao crescimento socioeconômico e à sustentabilidade ambiental fizeram de Curitiba (PR), a cidade mais inteligente do mundo, segundo o World Smart City Awards, prêmio concedido pela Fira Barcelona, na Espanha. A honraria é considerada uma das principais nas áreas de inovação e cidades inteligentes.

Com a implantação de soluções para manter a construção de uma cidade mais sustentável e inovadora, alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), Curitiba se destacou sendo a quinta vez que a capital paranaense ficou entre as seis cidades mais inteligentes do mundo, finalistas do prêmio.

Como uma tendência crescente na indústria do turismo, Destinos Turísticos Inteligentes (DTI’s) é uma estratégia desenvolvida na Espanha que ajuda as cidades a darem maior visibilidade aos atrativos turísticos, com a implantação de tecnologias que tornam os destinos mais acessíveis e sustentáveis. No Brasil, a metodologia, foi adaptada à realidade brasileira, sendo implantada pelo Ministério do Turismo, em parceria com o Instituto Cidades del Futuro.

No país, o DTI é desenvolvido tendo como foco nove pilares: Governança; Inovação; Tecnologia; Sustentabilidade; Acessibilidade; Promoção e Marketing; Segurança; Mobilidade e Transporte e Criatividade. As cidades que se dispõem a implantar as diretrizes para tornar os seus destinos mais atrativos, adquirem o selo DTI após 80% dos requisitos cumpridos pelo plano de transformação.

Recentemente, dez novas cidades brasileiras receberam a certificação DTI em Transformação. As cidades de Foz do Iguaçu (PR), Goiânia (GO), Ponta Grossa (PR), Santos (SP), Joinville (SC), Vila Velha (ES), Fortaleza (CE), São Luís (PI), Gramado (RS) e Bonito (MS) cumpriram todas as etapas previstas no edital do MTur e receberam o selo. Belo Horizonte (MG) também foi contemplada pela iniciativa própria de desenvolver um plano de transformação seguindo a metodologia DTI Brasil.

SOBRE O DTI – Um Destino Turístico Inteligente é aquele que gerencia seus processos e seu território de forma inovadora e sustentável, comprometido com pilares que impactam positivamente a qualidade de vida dos moradores e a experiência dos turistas. Além disso, para fazer parte dos Destinos Inteligentes o município precisa se esforçar em resolver problemas de áreas como segurança, acessibilidade, infraestrutura, comunicação, marketing, entre outras, de forma inovadora e com o uso de tecnologias.

fonte: https://www.gov.br/turismo/pt-br/assuntos/noticias/curitiba-e-eleita-a-cidade-mais-inteligente-do-mundo-e-se-torna-referencia-para-o-setor-turistico