Shadow

Apartamento de 26 m2 acomoda confortavelmente todos os desejos do morador

A marcenaria foi a solução ideal para o melhor aproveitamento do imóvel e promover o lar dos sonhos ao jovem solteiro

Este imóvel de apenas 26 m², na Vila Buarque, em São Paulo, foi reformado pelo escritório COTA760 Arquitetura (@cota760.arq). A equipe formada por Luis RossiNicolas Le Roux e Paula Lemos comandou a obra que durou três meses e meio.

morador é um homem solteiro, na faixa dos 28 anos, que leciona história. Seu principal pedido foi acomodar todos os usos que queria – cama de casal, home office, mesa de jantar, sofá, rede, vitrola e coleção de discos – na área do apê, prezando pelo aconchego e pela amplitude.

Para o escritório, o principal desafio do projeto foi acomodar todas essas demandas e ainda fazer o melhor uso do espaço. Para isso, o imóvel foi reconfigurado e o formato dos ambientes alterado. Além disso, a marcenaria sob medida permitiu criar uma relação entre os cômodos.

Sala, cozinha e quarto foram completamente integrados para criar a sensação de amplitude. Um único piso foi a aposta do escritório para dar a sensação de continuidade e reforçar a amplitude do espaço.

No quarto, o armário azul cria a divisão entre o ambiente, o banheiro e a cozinha. Com o móvel, a porta do banheiro foi camuflada e a geladeira embutida. Ali fica também uma porta de correr de vidro, que permite deixar ou não o quarto aberto para a sala.

Na planta, a cozinha está próxima à entrada e tem configuração em L, o que permite aumentar o espaço da bancada, além da criação de uma parede decorativa com ladrilhos hidráulicos.

Já na sala, o banco de madeira desenhado especialmente para o espaço é multifuncional: serve para sentar, como rack para a TV, tem espaço para armazenar a coleção de discos do morador e também uma sapateira próxima à entrada da casa.

Na marcenaria, a madeira natural confere um ambiente mais aconchegante e confortável para o morador. O escritório define a reorganização dos espaços como o grande destaque do projeto, pois foi essencial para aproveitar a metragem do imóvel.

FONTE: