Shadow

Celulares com 5G gastam 20% mais bateria, revela executivo

CEO de empresa do conglomerado da Xiaomi recomendou que fabricantes incluam componentes mais potentes nos novos lançamentos.

A marca chinesa de celulares Redmi, pertencente ao conglomerado da Xiaomi, revelou a diferença no consumo de bateria do celular com internet 5G em relação a modelo apenas com 4G. De acordo com o CEO Lu Weibing, as redes de quinta geração consomem 20% mais bateria. Dessa forma, é provável que as baterias dos aparelhos com conexão às redes 5G comportem mais energia para dar conta dos anseios dos consumidores, que desejam passar mais tempo longe da tomada – não menos.

O executivo disse que é necessário fazer otimizações nos aparelhos da nova geração para que o impacto da tecnologia não interfira na duração das baterias dos smartphones.

👉Celular com desconto: veja ofertas no Compare TechTudo
🔎Xiaomi inventa boné que trata calvície

00:00/01:51

Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8 Pro: saiba mais sobre os celulares

Xiaomi Redmi Note 8 e Note 8 Pro: saiba mais sobre os celulares

Ainda segundo Weibing, a diferença na autonomia de bateria também pode ser percebida nos processadores da série 800 da Qualcomm, os quais consomem 20% a mais de energia do que o processador Snapdragon 700, por exemplo. Isso acontece porque o modelo mais avançado conta com componentes que oferecem suporte ao 5G.

Além disso, o CEO da Redmi pontuou sobre o desafio de fazer o Redmi K30 Pro com 5G e câmera deslizante. Segundo o executivo, a marca da Xiaomi adotou medidas a fim de dar espaço a uma bateria de 4.700 mAh no celular.

A Redmi utilizou um design de placa-mãe tipo sanduíche e um sensor de impressão digital ultrafino na tela. O celular foi apresentado nesta terça-feira (24) com Snapdragon 865 e câmera quádrupla. Não há previsão de lançamento mno Brasil.

Redmi K30 Pro apresenta câmera selfie pop-up e câmera traseira com zoom óptico  — Foto: Divulgação/Xiaomi
Redmi K30 Pro apresenta câmera selfie pop-up e câmera traseira com zoom óptico  — Foto: Divulgação/Xiaomi

Redmi K30 Pro apresenta câmera selfie pop-up e câmera traseira com zoom óptico — Foto: Divulgação/Xiaomi

O 5G não deve chegar tão cedo ao Brasil pois aguarda a liberação do leilão nacional que permitirá a instalação das redes. A recém-lançada linha Galaxy S20 (Samsung), por exemplo, tem suporte apenas às redes 4G no mercado doméstico. Contudo, foram lançadas versões com conexão 5G nos Estados Unidos, Coreia do Sul e outras nações.

fonte: https://www.techtudo.com.br/noticias/2020/03/celulares-com-5g-gastam-20percent-mais-bateria-revela-executivo.ghtml