Shadow

A máscara está irritando a pele? Veja dicas para amenizar o desconforto com o item obrigatório da pandemia

Proteção com material 100% algodão e cuidados na hora de limpar a máscaras são algumas das orientações.

obrigatório para evitar o contágio por Covid, a ciência atesta. Sua utilização prolongada, no entanto, pode causar irritação na pele ou alergias, dependendo da sensibilidade da pessoa. O tipo de tecido ou até produtos usados para higienizar a proteção podem provocar vermelhidão, descamação do rosto e coceira. Se esse é seu caso, veja abaixo o que dizem especialistas em dermatologia sobre estratégias para diminuir esse tipo de problema:

O que causa a irritação?

Segundo Paulo Criado, coordenador do Departamento de Medicina Interna da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e pesquisador da Faculdade de Medicina do ABC, tanto máscaras caseiras quanto as produzidas industrialmente possuem material sintético que pode causar irritação. “Uma pessoa com atopia – tendência hereditária a desenvolver manifestações alérgicas – está mais propensa a sofrer a inflamação da pele”.

“Isso pode ser resultado do material utilizado na produção ou na lavagem no caso das máscaras caseiras. Elas têm uma série de substâncias químicas que podem causar irritação na pele, desde os derivados de borracha até produtos usados para desinfetar”.

Coronavírus: como lidar com o desconforto causado pela máscara?

Coronavírus: como lidar com o desconforto causado pela máscara?

Henrique Eisi Toma, professor do Instituto de Química da Universidade de São Paulo, explica que “nossa face foi feita para ficar livre. Com cerca de duas horas de uso de uma máscara de tecido começamos a sentir a umidade causada pelo contato das duas áreas. Essa umidade pode entupir os poros do rosto criando lesões e infecções”, afirma Toma.

Leia: Gêmeos idênticos seguem dietas diferentes por 3 meses para entender os efeitos do veganismo sobre o corpo

Quais os sintomas da irritação?

Segundo Paulo Criado, existe uma diferença entre a pessoa que sofre com alergia e uma possível irritação pelo uso prolongado da máscara. No caso da irritação, fatores como o local em que o indivíduo se encontra, a temperatura e a quantidade de horas que ele fica com a máscara no rosto pode causar vermelhidão, descamação da pele do rosto e coceira.

Qual produto deve ser utilizado na lavagem?

Para quem sofre com irritação, as máscaras caseiras feitas de pano devem ser higienizadas com sabão de coco líquido, sem amaciante de roupa. Paulo Criado recomenda que a máscara seja lavada várias vezes antes do primeiro uso para eliminar substâncias.

Como amenizar a irritação?

“Sabemos que a área próxima ao nariz é a parte mais sucessiva a ter irritação. Existem curativos de hidrocoloide [uma placa de gel] que você recorta do tamanho do seu nariz e minimiza a pressão que a máscara exerce sobre a ponte nasal”, afirma Criado.

O médico reforça a importância de continuar usando a máscara como uma maneira de proteção individual e social. “Em nenhuma hipótese use a mesma máscara sempre. Caso ela fique úmida durante o dia é importante trocar para evitar infecções e o acúmulo de secreção sebácea, o que pode causar a acne”.

Movimentação de pessoas com máscara no centro de Porto Alegre na manhã desta terça feira (19). — Foto: OMAR DE OLIVEIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Movimentação de pessoas com máscara no centro de Porto Alegre na manhã desta terça feira (19). — Foto: OMAR DE OLIVEIRA/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Uma pesquisa publicada no jornal “American Academy of Dermatology” mostrou que cerca de 83% dos profissionais da saúde que atuaram na linha de frente contra o coronavírus em Hubei, na China, relataram sofrer com o aparecimento de acne no rosto.

O fenômeno está sendo chamado de “Maskne”, termo utilizado para definir a acne causada pelas máscaras por consequência do abafamento entre peça e o contato com o rosto.

Quais alternativas para uma pessoa com alergia?

“Em geral, o tecido branco tem menos produtos químicos, então a melhor recomendação é que a pessoa faça uma máscara de tecido branco 100% algodão”, afirma Criado.

Já o professor Toma, sugere a utilização de uma máscara feita de papel de filtro de café ou acrescentar o filtro como uma camada protetora dentro da máscara de pano, que evite o contato entre as duas superfícies.

“Máscaras de papel de filtro de café também podem ser feitas em casa e custam menos do que uma de tecido. Realizamos alguns testes e conseguimos comprovar que, como barreira protetiva, essa modalidade consegue bloquear 99,5% das partículas do vírus. Além disso, você consegue respirar melhor com ela”.

O químico informa que o papel de filtro tem a mesma propriedade do algodão, porém é mais limpo e sem pigmentação.

Open chat
Clique na seta para digitar a sua mensagem