Shadow

A maior ponte de pedestres do mundo é só uma das novidades de Portugal

As outras: novos mirantes, o maior balanço de corda do país e um trem rápido que, quando for inaugurado, ligará Lisboa ao Porto em pouco mais de uma hora!

As fronteiras da União Europeia continuam fechadas para brasileiros e o governo segue apertando o cerco internamente no combate ao coronavírus, mas as novidades não param de pipocar pelo país. Há cada vez mais razões para uma viagem futura para Portugal! Anote na agenda esta lista de novas atrações para quando a pandemia der uma trégua! A Ponte 516 Arouca: recorde português

A Ponte 516 Arouca: recorde português (Reprodução do Instagram oficial @ponte_516arouca/Reprodução)

A maior ponte peatonal suspensa do mundo!
A 175 metros de altura, ela se estende por exatos 516 metros sobre as águas do Rio Paiva, numa das regiões de natureza mais bonitas do país, ao lado dos famosos Passadiços do Paiva, um conjunto de estruturas de madeira que percorre a região promovendo um mergulho na natureza. Inspirada nas pontes incas, a Ponte 516 Arouca já está pronta e já foi pré-inaugurada, mas a pandemia está atrasando a abertura oficial do público, anunciada para breve. Lá do alto, a vista inclui a Garganta do Paiva e a bela Cascata das Aguieiras. O bilhete vai custar € 12 (ou € 10 para estudantes e maiores de 65 anos) e incluirá acesso aos passadiços. Fica no distrito de Aveiro, a cerca de 15 quilômetros de Arouca. Projeto da Ponte de Moncorvo: futuramente a maior do mundo

Projeto da Ponte de Moncorvo: futuramente a maior do mundo (Reprodução Município Torre de Moncorvo/Divulgação)

A futura maior ponte peatonal suspensa do mundo!
Por enquanto é só um projeto e ainda não saiu do papel, mas o município de Torre de Moncorvo, no Douro, já anunciou oficialmente a maior concorrente da Ponte 516 Arouca: uma estrutura com um vão de nada menos que 750 metros sobre as águas do Rio Douro e os socalcos de xisto recheados de vinhedos, ligando o Alto da Barca ao Museu do Côa. Detalhe: a paisagem que se espalha pelos arredores inclui dois patrimônios da humanidade eleitos pela UNESCO: o Alto Douro Vinhateiro e os Sítios de Arte Rupestre do Vale do Côa. Orçado em € 3 milhões, o projeto ainda não tem previsão de inauguração. O Baloiço do Mezio: cliques diretamente para o Instagram!

O Baloiço do Mezio: cliques diretamente para o Instagram! (Reprodução do Instagram oficial @baloico_do_mezio/Reprodução)

A resposta de Portugal para o Bali Swing
Que balanços altos pelo mundo viraram uma febre no Instagram já não é novidade – e não vou nem citar as polêmicas envolvendo o mais famoso deles, que fica em Bali. Fato é que Portugal também correu atrás de seu próprio recorde no assunto. Foi inaugurado há cerca de três meses nas franjas do Parque Nacional da Peneda-Gerês o maior “baloiço” (<3) de corda do país, instalado numa estrutura de madeira com quase 8 metros de altura. Para qualquer canto que se olhe, a vista é de um mar de montanhas. O Baloiço do Mezio fica a cerca de 8 quilômetros da imperdível aldeia do Soajo (e suas curiosas estruturas de espigueiros) e 15 quilômetros de Arcos de Valdevez. Miradouro da Varanda dos Carquejais: camarote para a paisagem da Serra da Estrela

Miradouro da Varanda dos Carquejais: camarote para a paisagem da Serra da Estrela (Reprodução Câmara Municipal de Covilhã/Divulgação)

Um deque debruçado sobre a imensidão da Serra da Estrela
Entre Covilhã e Penhas da Saúde, no coração da Serra da Estrela, onde fica o ponto mais alto de Portugal continental, a paisagem acaba de ganhar um novo camarote: o Miradouro da Varanda dos Carquejais. Já até existia um mirante ali, mas agora há uma nova estrutura suspensa em forma de meia lua que emoldura o cenário lindamente (além de dar um frio na barriga de brinde). Até o ano que vem três novos mirantes estão planejados na região.

Trem-bala entre Lisboa e Porto
Parte dos planos do Programa Nacional de Investimentos 2030, apresentado recentemente, a nova linha de trens de alta velocidade promete ligar Lisboa ao Porto em apenas 1h15! Isso significa que a velocidade será de 300km/h, na fase final, ainda sem data marcada. Atualmente a viagem de 336 quilômetros entre a estação de Santa Apolônia (na capital) e Campanhã (no Porto) é feita em cerca de 3h – a velocidade máxima, de 220 km/h, é atingida apenas em cerca de 1/5 do percurso, sendo reduzida a menos de 100km/h em alguns trechos. Novos trechos serão construídos para esse fim. O curso total do projeto alcança € 4,5 bilhões.

fonte: https://viagemeturismo.abril.com.br/blog/portugal-lisboa/a-maior-ponte-de-pedestres-do-mundo-e-so-uma-das-novidades-de-portugal/

Open chat
Clique na seta para digitar a sua mensagem