Shadow

6 dicas para profissionais de RH manterem equilíbrio emocional durante pandemia

Momento atual sobrecarrega quem atua na área e, consequentemente, pode afetar a produtividade

Nesta turbulência pela qual o mundo está passando, em função da pandemia do Coronavírus, o profissional de Recursos Humanos acaba sendo afetado diretamente, já que, além de manter ativas as atividades do seu setor, ainda precisa estruturar estratégias de banco de horas, férias coletivas e afins para minimizar prejuízos para o negócio e possíveis desligamentos, além de orientar funcionários e gestores e, de quebra, acompanhar as mudanças que estão acontecendo em virtude das novas práticas de legislação trabalhista. Mas, como fazer tudo isso mantendo o equilíbrio emocional?

Abaixo, elaborei seis dicas para ajudar estes profissionais a lidar com este período de turbulência. Confira:

1. Você não tem que dar conta de tudo

O primeiro passo é quebrar esta atitude mental e trabalhar mais a autocompaixão. Pare de se cobrar tanto, de ser perfeccionista e substitua isso por um comportamento mais generoso consigo próprio. Não sabe como fazer isso? Pense como é fácil ter esta postura com as pessoas na empresa e faça o mesmo por você.

2. Plantão x Prontidão

Você não tem que estar disponível 24 horas via satélite para o Brasil e para o mundo. Nem conectado o tempo inteiro no WhatsApp, e-mail ou celular (ainda que seja o da empresa) para atender de bate-pronto as demandas da companhia. Desconecte-se, tenha um tempo para recarregar a ‘pilha’, cuidar da sua família e principalmente de você. Não confunda plantão com prontidão. Uma coisa é você responder prontamente, em horários e tempo adequados, outra coisa é cair em tentação e checar o celular a cada cinco minutos como se você pudesse salvar o mundo pelo fato de estar ali 100% disponível.

3. Fuja da infodemia

A infodemia é um neologismo para descrever o fenômeno da pandemia de informações excessivas – sem mencionar o surto de Fake News – que estamos experienciando. Geralmente os profissionais de RH acabam aceitando solicitações de amizade dos funcionários da empresa no seu perfil pessoal nas redes sociais, mesmo que, muitas vezes, a relação com esta pessoa seja apenas de trabalho. Com isso, seu perfil acaba se tornando uma extensão do seu papel como RH. A dica aqui é: preserve-se um pouco mais. Você pode, por exemplo, deixar de seguir esse pessoal e sair do radar deles.

4. Use a internet a seu favor

Há sites confiáveis fazendo um compilado de todas as informações que o profissional de RH precisa saber sobre pandemia, legislação, cuidados, entre outros. Tudo isso lhe permite ganhar tempo e receber a informação de forma menos fragmentada.

5. Juntos somos mais fortes

Lembre-se: você não está sozinho nesta jornada. Existem outros profissionais da área passando pelas mesmas questões que você neste momento. Que tal compartilhar boas práticas, tirar dúvidas, fazer pesquisas, trocar experiências ou mesmo promover um bate papo para desabafar?

6. Se precisar, peça ajuda

Falar sobre suas vulnerabilidades é libertador. Portanto, se você não encontra este apoio na empresa para a qual trabalha, na sua rede de relacionamentos ou na família, procure por um terapeuta de sua confiança. Em muitos casos, poucas sessões podem fazer toda a diferença para se reequilibrar e, assim, ajudar muito mais gente!

fonte: https://administradores.com.br/noticias/6-dicas-para-profissionais-de-rh-manterem-equil%C3%ADbrio-emocional-durante-pandemia

Open chat
Clique na seta para digitar a sua mensagem