Shadow

5 hábitos comuns que prejudicam a sua produtividade

Produzir é gerar valor na vida. A ausência de algumas práticas simples e inteligentes permitem uma vida com poucas realizações, muito estresse e baixos resultados

A natureza oferece as semanas com 168 horas renováveis para você viver e fazer escolhas. Ainda apresenta os anos com 8760 horas para você tomar decisões sobre o que quer, gosta e deve fazer. Com esses ciclos naturais, você tem tempo suficiente para cumprir a sua missão, realizar os seus sonhos, viver experiências memoráveis e passar bons momentos com as pessoas importantes da sua vida. A ausência de algumas práticas simples e inteligentes permitem uma vida com poucas realizações, muito estresse e baixos resultados.

Talvez você tenha negligenciado algumas atitudes que aumentam a sua produtividade, ou não sabia que essas práticas poderiam elevar os seus resultados pessoais e profissionais. Nas duas hipóteses, você tem a oportunidade de perceber algumas necessidades de mudanças com os itens a seguir:

1. Não saber usar uma agenda. A mente humana não foi feita para guardar compromissos e tarefas. Para isso, existe uma tecnologia simples e acessível para todos: a agenda. A mente foi feita para ser livre, criar e viver boas experiências. Quando ela está cheia, aprende pouco e tem muita dificuldade para criar. Por isso, planeje a sua semana agendando os compromissos importantes e posicionando as principais tarefas nos dias certos, sem esquecer de reservar períodos de tempo para a pessoa mais importante da sua vida: você. Praticar um hobbie, estudo, atividade física ou artística vai elevar a sua qualidade de vida e para uma delas acontecer, você precisa agendar. Pode ser uma agenda de papel, um aplicativo ou software de gestão do tempo, experimente e aprenda mais sobre a ferramenta que mais combinar com você.

2. Ter metas mal definidas. Na virada de ano é comum as pessoas definirem muitas metas e durante os meses não conseguirem realizar a maior parte delas. Às vezes elas não são devidamente mensuráveis, são pouco específicas ou menos relevantes do que se imaginava. Se você não tem muita experiência com essa prática, recomendo começar definindo uma meta pessoal e outra profissional, ou seja, até duas metas por vez. Ambas precisam ser de curto prazo, de três até seis meses. Prazos mais longos, normalmente, não são factíveis, sem contar que você muda, o mercado muda e muita coisa muda ao seu redor. Metas de longo prazo perdem o valor ou o significado ao longo do tempo, ficando engavetadas. Metas são definidas para serem cumpridas, gerando crescimento na vida do ser humano. Por exemplo: “Emagrecer 6 quilos praticando corrida 4 vezes por semana e cumprindo a dieta nutricional, entre fevereiro e junho de 2017” na vida pessoal. Na esfera profissional, pode ser: “Ligar para 6 leads por dia, agendar 3 reuniões e fechar um negócio por semana, de acordo com a estratégia de vendas da empresa, entre março e julho de 2017”. Perceba que as metas são específicas, mensuráveis, relevantes, de curto prazo e com período de tempo bem definidos. Corrija ou redefina as suas metas em qualquer período do ano, basta ajustar os períodos de tempo.

3. Dificuldade para dizer não. Quem tem dificuldade para dizer não sofre com a falta de tempo para si mesmo, deixando de fazer o que é realmente importante na vida. Em muitas ocasiões, você também precisa saber negociar o tempo. Podem lhe pedir um favor com alguma importância, ou o seu chefe pode lhe exigir alguma tarefa, mas você não precisa dizer sim imediatamente e parar o que estava fazendo. Você pode pedir um prazo para entregar a atividade ou dizer o melhor momento para fazer aquilo. O chefe nem sempre vai lembrar que você está fazendo um processo muito importante para empresa quando lhe pedir outro projeto, então você pode dizer: “estou concluindo aquele processo importante que o senhor me pediu, você quer que eu o interrompa e assuma outro projeto? Está ciente do risco que isso pode gerar? ”. Por isso, é importante negociar os prazos adequados antes de assumir qualquer responsabilidade. Quem diz sim para tudo acaba não tendo tempo para produzir o que é realmente importante na empresa e na vida.

4. Evitar delegar as responsabilidades. Centralizar todos os compromissos e tarefas é uma maneira comum de perder a produtividade. A mãe e o pai que não deixam os filhos lavarem a louça, limpar e ajudar nas contas, criam filhos fracos e dependentes, que não querem sair do conforto da casa dos pais. O chefe que não ensina e não delega gera equipes improdutivas e sobrecarrega a si mesmo, limitando a produtividade da empresa. Permitir o erro do outro é fundamental para existir evolução contínua. A maneira de evitar muitos erros e diminuir o risco é treinar mais as pessoas e ensinar melhor, gerando a confiança necessária entre o líder e o liderado, além de harmonia nas relações humanas.

5. Não reconhecer o próprio propósito ou missão. Tempo é vida. Qual o propósito da sua vida? Meta é como o alvo de um mapa, você vai daqui até ali e alcança. O propósito (ou missão) é como a direção de bússola, não tem fim, apenas o caminho. Qual a sua missão? Você deve lutar por qual ideal? Muitos pais lutam pelo bem-estar de suas famílias e dos filhos. E se os seus filhos crescerem e não precisarem mais de você, a sua vida perderá o sentido? E se eles não existirem, a sua vida não terá um significado próprio? Quando você reconhecer a sua missão encontrará um sentido para viver e o tempo será muito mais precioso e produtivo. Ele vai nortear as suas metas e as atividades mais importantes. Você poderá construir um legado, deixar bons exemplos e, talvez, alguns motivos para outras pessoas continuarem a sua missão quando você partir desse mundo.

O recurso mais precioso que você tem é o tempo. É finito e dá a oportunidade de fazer a sua existência valer a pena. Não existe uma gestão mais importante que a gestão da própria vida. Concentre no que é realmente importante para você, não tente viver o que é importante para as outras pessoas, isso pode lhe gerar arrependimentos e até mágoas. Para ganhar dinheiro num negócio ou investimento, você deve investir dinheiro, certo? E deve investir com sabedoria. E para ganhar tempo? Você deve investir tempo em autoconhecimento. É o que vai lhe gerar sabedoria para fazer boas escolhas. Ganhar tempo é ganhar vida, ou seja, fazer a vida ter um real valor.

fonte: https://administradores.com.br/artigos/5-h%C3%A1bitos-comuns-que-prejudicam-a-sua-produtividade