Shadow

10 alimentos com boa disponibilidade em junho

O início de junho mostra que o meio do ano já chegou! Tradicionalmente nessa época, as Festas Juninas tomam conta de várias escolas e ruas por todo o Brasil. O fato é que, com as restrições de isolamento social impostas em função da covid-19, neste ano teremos de limitar as nossas participações às versões virtuais da festa. Independentemente dessa nova realidade, dá para manter o costume de comer quitutes como maçã do amorcurauquentão e vinho quente.

Mas, para além do cardápio de São João, é precio pensar nas refeições do dia a dia. Por isso, reunimos dez ingredientes que apresentam boa oferta no mês e dicas de receitas deliciosas. Os alimentos são da safra de junho, conforme indica uma tabela da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). Confira: 

1. Atemoia

Atemoia (Foto: Elisa Correa/Editora Globo)
A atemoia é parecida com a fruta-do-conde e a graviola (Foto: Elisa Correa/Editora Globo)

Com polpa doce e branquinha, a fruta é originária dos Estados Unidos: foi criada em 1908 no Departamento de Agricultura em Miami, onde especialistas cruzaram a fruta-do-conde (Annona squamosa) com a cherimoia (Annona cherimola). Ela é ótima para sucosbolos, compotas e para ser consumida em in natura. Outra opção é colocá-la em saladas, como na receita de tabule de atemoia

2. Cupuaçu 

O cupuaçu é um fruto típico do norte do Brasil (Foto: Thinkstock)
O cupuaçu é um fruto típico do norte do Brasil (Foto: Thinkstock)

Rico em vitamina C e fibras, o ingrediente é típico da região Norte e tem ficado cada vez mais popular em todo o país. Sua polpa cremosa e saborosa é ideal para sucos e pratos doces. Para servir de sobremesa, por exemplo, a sugestão é uma torta de cupuaçu

3. Espinafre

Espinafre (Foto: Pixabay)
O espinafre fica uma delícia refogado com azeite e um pouco de sal (Foto: Pixabay)

A hortaliça contém cálcio, potássio, fibras, e fósforo. Seu consumo ajuda a evitar prisão de ventre, doenças cardiovasculares e problemas oftalmológicos. Fica delicioso cozido, refogado, em saladas, vitaminas e sanduíches. Para um lanche da tarde, aposte no bolo salgado de queijo com espinafre

4. Gengibre 

Mitos e verdades: gengibre (Foto: Thinkstock)
O gengibre é um dos ingredientes mais usados em toda a gastronomia mundial (Foto: Thinkstock)

Com aroma e sabor bem marcantes, o alimento é ideal para incrementar receitas doces, salgadas, sucos e chás. O ingrediente acelera o metabolismo, auxilia na perda de peso e previne câncer. Na cozinha, uma opção é fazer o atum selado com purê e aioli de gengibre

5. Kiwi nacional

O kiwi é uma fruta leve, saborosa e refrescante (Foto: Pixabay/Skica911/Creative Commons)
O kiwi é uma fruta leve, saborosa e refrescante (Foto: Pixabay/Skica911/Creative Commons)

A fruta é originária da China e tem se espalhado pelo mundo. No momento da compra, opte pelas variedades mais firmes, que vão amadurecer em casa. Use o kiwi para sucos, doces, saladas ou para saborizar pratos salgados, como o peixe grelhado com água de kiwiLEIA MAIS

Calendário da casa: o que fazer em junho para manter o lar organizado o ano todo

6. Mangostão 

Frutas: Mangostão ou Mangostim (Foto: Thinkstock)
O mangostão também é conhecido como mangostim (Foto: Thinkstock)

O mangostim ou mangostão, como também é chamado, é considerado uma fruta exótica. No Brasil, seu consumo ainda tem sido discreto. O alimento é rico em vitaminas A, C e do complexo B, além de possuir fibras, fósforo e cálcio. Pode ser usado para doces ou consumido in natura. 

7. Mexerica

A mexerica tem diversos nomes pelo Brasil, como tangerina, mimosa e bergamota (Foto: Pixabay/SamaraPacheco0/CreativeCommons)
A mexerica tem diversos nomes pelo Brasil, como tangerina, mimosa e bergamota (Foto: Pixabay/SamaraPacheco0/CreativeCommons)

Bergamota, mimosa e tangerina são alguns dos nomes dessa fruta cítrica, muito popular em todas as regiões do país. Geleias, doces, sucos, drinques ou in natura: ela fica deliciosa de várias maneiras! Para um happy hour, uma capirinha de caju com mexerica cai muito bem. 

8. Mexilhão 

Mexilhões no vinho branco (Foto: Elisa Correa/Editora Globo)
Mexilhões são bons para pratos de entrada ou refeição principal (Foto: Elisa Correa/Editora Globo)

Gosta de frutos do mar? O marisco fica uma delícia em receitas de massas, moquecas, frito, ensopados e caldos. Se quiser preparar um almoço requintado, aposte no talharim negro com mexilhão ao perfume de gengibre

9. Milho-verde

Especial: 18 maneiras de preparar o milho  (Foto: Thinkstock)
A folha da espiga de milho pode ser usada para embalar pamonhas (Foto: Thinkstock)

Rico em fibras e antioxidantes, o vegetal regula o funcionamento do intestino e aumenta a sensação de saciedade. A espiga preserva mais os nutrientes, em comparação com o milho enlatado. Na cozinha, use-o para doces, salgados e até suco. Quem tem doença celíaca, por exemplo, pode utilizá-lo para fazer um macarrão sem glúten

10. Pinhão 

Pinhão (Foto: Getty Images)
O pinhão é uma delícia como aperitivo ou ingrediente de um grande prato (Foto: Getty Images)

A semente da árvore araucária sempre marca presença nas Festas Juninas. Para consumi-lo, é preciso retirar a casca. Ele pode ser comido cru, assado ou cozido. Também serve para receitas de farofas, massas e tortas. Quer um aperitivo diferente? Prepare o bolinho de pinhão

fonte: https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Comida/Receitas/Ingredientes/noticia/2020/06/compras-do-mes-10-alimentos-com-boa-disponibilidade-em-junho.html

Open chat
Clique na seta para digitar a sua mensagem